textos

O tal do tamanho P Masculino

06/06/2015

moletom

Em um belo sábado de manhã, eu com sono, sem um pingo de vontade para ver roupas…

– Oi, moça, bom dia.
– Bom dia. Eu tô atrás de um moletom, com capuz e zíper, sabe? Básico, por favor e de preferência na cor preta. – Mandei na lata para a vendedora de uma loja X lá no centro da cidade, eu não estava com saco para rodeios.
– Feminino?
– É… – Minha vontade foi de falar ‘não, não, para um porquinho’.
– Olha, moça, temos só até o G…
– Tudo bem, eu gostaria de ver.
– Você não quer dar uma olhadinha nos P masculino? É quase igual, só um pouco maior.
– Hum – fui ver o tal P masculino e, podem me chamar de chata, mas eu vi diferença entre roupa feminina e masculina.
– Se você quiser, tem o M também, o G… são masculinos, mas servem em você.
– Não me agradaram não, moça. Não era bem esse tipo que eu tava procurando. Obrigada.

Sai da loja meio pensativa pelo fato da moça tentar me empurrar uma peça masculina pelo fato dela ser maior. Entrei em uma outra, de uma marca meio famosinha, e foi quase a mesma coisa. Tirando o fato que, se era pra ser o tal do moletom UNISSEX, eu tinha que falar um tamanho que ficasse certinho em mim, não ficasse tão grande, certo?

– Oi, moça. Moletom básico, desse aqui ó, você tem P?
– Você usa P? Tem certeza?
Fiz aquela cara de poucos amigos e respondi um ‘sim’ meio atravessado. Se ela percebeu que não gostei do tom que usou, não sei, mas deixei claro que ali não iria mais comprar.

Desde que me entendo por gente, as moças das lojas tentam me empurrar camisetas e até o pobre moletom masculino. Eu até entendo o ponto de vista, por ser um tamanho maior, mas ainda assim é uma peça masculina. E peças masculinas tem cortes diferentes de roupas femininas. A dúvida que eu fiquei na cabeça é: qual a dificuldade das empresas de roupas em fazerem roupas para mulheres plus size? Não é uma vergonha, não é um crime e, sério, aqui em São Carlos é sempre difícil de achar.

Gordinhas merecem se vestir bem, serem lindas e curtirem o próprio corpo. Esse tipo de atitude, mesmo que não maldosa, só encoraja as mulheres gordinhas a não se aceitarem como são, a terem vergonha de si mesmas. O P masculino não é o GG feminino, gente. Parem com isso.

***

Acompanhe o Stuck on Them: Facebook | Twitter | Instagram | YouTube ❤

You Might Also Like

4 Comentários

  • Reply Camila 07/06/2015 at 12:32

    Oi, tbm sou de São Carlos e sou gorda. Eu ja nem tento mais comprar nada aqui, conpro tudo online, não consigo lidar com o deboche das vendedoras pq não aou tamanho padrão.
    Bj

    • Reply Priscila Guerra 07/06/2015 at 17:35

      Olá Camila! Tudo bem?
      Fico muito feliz por achar alguém de São Carlos! 😀

      É horrível, né? Estou quase desistindo também! =(

      Beijos!

  • Reply Carol 02/07/2015 at 11:13

    Oi Priscila, às vezes ñ é por maldade. Eu mesma ia direto nos masculinos qndo tava mais gordinha, e conheço meninas que são e tem esse costume. As vendedoras acham q é normal daí. Principalmente jovens q andam de jeans, tênis e camisetas de HQ. Eu n me aceito como to, e é a realidade da maioria, infelizmente p/ mim e p/ elas.

    • Reply Priscila Guerra 02/07/2015 at 12:48

      Olá Carol!
      Eu sei que não é por maldade. O que eu acho ruim mesmo, são as marcas fazerem o G feminino tão pequeno quanto o P =/

    Leave a Reply